Mostrando postagens com marcador Planejamento Familiar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Planejamento Familiar. Mostrar todas as postagens

10 de dezembro de 2015

Lutando contra a inflação.

Não é preciso ser um especialista em economia para perceber que a situação no país está crítica. Salvo alguns setores que conseguiram vencer a crise ou se beneficiar com ela. Particularmente, quem sofre mais com a crise é a classe baixa, especialmente por causa da inflação e perda do poder de compra em itens essenciais. 

No meu caso particular, que ganho menos de 3.500 reais, em 2015 tive uma melhora de 8.55% em relação à 2014. No entanto, a inflação acumulada neste ano foi de 10,48% (prévia). Em outras palavras, pode-se dizer que perdi 1,93% do meu poder de compra. A luta é para que até final do ano (pelo menos) consiga vencer a inflação. Mas para que isso aconteça terei de recorrer a trabalhos alternativos e bicos.

Por outro lado, passo por um momento de tranquilidade econômica porque não tenho muitas dívidas. As dívidas representam menos de 38% da média salarial mensal. Sendo assim, as dívidas são perfeitamente quitáveis no próximo mês.

Como tenho um projeto de casar no final de março (2016), frequentemente postarei informações e dicas sobre finanças pessoais e planejamento familiar para, quem sabe, ajudar alguns líderes de família.