3 de agosto de 2017

Resenha: "Jesus de Nazaré – A Infância" de Bento XVI.

Job. Nascimento

RATZINGER, Joseph. Jesus de Nazaré – A Infância. 2ª edição. São Paulo: Planeta, 2017.

O Papa Emérito Bento XVI escreve com primor sobre a vida de Jesus Cristo. Neste volume ele trata da infância de Jesus, enfatizando as narrativas de Mateus e Lucas. Em Mateus percebe-se a proposta de relacionar as profecias do Antigo Testamento com as palavras, ações e vida de Jesus. Isso ocorre porque Mateus escreve para os Judeus que esperavam o cumprimento da promessa da chegada do Messias.

Sendo assim, desde a genealogia há uma necessidade de ligar Jesus com Davi e, consequentemente, com Abraão. Deus havia feito uma promessa para Abraão, ele era avançado em idade e sua esposa já não podia ter filhos. Segue-se desta maneira, Isaque que casa-se com Rebeca que era estéril; Jacó tem em Raquel o seu amor maior e esta era estéril; do mesmo modo, Zacarias (esposo de Isabel) era sacerdote e avançado em idade, não acreditando mais na possibilidade de ter filhos. Em Maria tem-se um milagre maior, esta não era estéril, mas concebeu pelo Espírito Santo.

Nessa linha, Bento XVI afirma que há uma ligação entre a promessa e esperança dos patriarcas e o nascimento de Jesus Cristo. Deus promete para Abraão: “em ti serão benditas todas as nações”. Jesus, descendente de Abraão, abençoa Judeus, Gadarenos e Siro-fenícios, comissionando os seus discípulos após a ressurreição: “ide por todo o mundo e façam discípulos”, ou seja, “ide e tornem benditas todas as nações a partir do Evangelho”.

A abordagem de Bento XVI segue enfocando a sinceridade de Maria que recebe a promessa e vive com as consequências desta na pequena vila que residia. José, do mesmo modo, apesar de correto diante da lei, não expõe a Maria e segue o conselho do Anjo que viu em sonhos. Deste modo, expõe-se a justiça e correção de caráter de José e também sua percepção e sensibilidade espiritual para discernir as palavras do Senhor na fala do anjo.

O autor argumenta que Jesus cumpre a trilogia messiânica enfatizada em Isaías: a) a virgem vai dar a luz (Isaías 7); b) luz nas trevas, um menino nasceu para nós (Isaías 9); c) o rebento do tronco, sobre o qual repousará o Espírito do Senhor (Isaías 11). Recomendo a presente obra, é difícil lê-la e não sentir-se tocado pelos detalhes do cumprimento da promessa divina em Cristo. Um livro para ler devagar, anotar, sublinhar e reter. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário