9 de junho de 2017

Chapa Dilma-Temer absolvida.

Reprodução. 
Pedro Horta

Absolvição correta, julgamento técnico dentro da legislação eleitoral. Sem contaminação de clamores. E veja que os votos favoráveis são de pessoas que lidaram ao longo de sua vida, no dia a dia, exclusivamente em bons períodos com o direito eleitoral. Os oriundos da classe dos advogados, ministros escolhidos pelo quinto constitucional, todos especialistas no direito eleitoral julgaram pela lei. E membros do Poder Judiciário, que julgaram favoravelmente, vieram do Judiciário de primeira instância, fizeram suas carreiras até chegar em corte superior, sempre e, por óbvio, que passaram nas suas vidas em comarcas em que acumularam função de juiz eleitoral. Como deve ser, não abriu precedente ruim, que é de dar instabilidade a exercício de mandatos, e se consagrou a tese dos CNJPs em separado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário