18 de abril de 2017

Resenha: Plurilinguismo e ensino.

Job. Nascimento

FUCHS, Cristina Yukie Miyaki; LINK, Deizi Cristina. Plurilinguismo e ensino: reflexões sobre a prática em sala Categoria: Comunicação Eixo temático: Formação de educadores. Curitiba: PUCPR, 2004. 

            Neste texto as autoras tratam do tema do plurilinguismo e seus desdobramentos no ensino. Afirmam que o trabalho com a linguagem escrita deve estar ligado a reflexões discursivas que favoreçam ao aluno a localização da língua (padrão ou não padrão) em suas diversas formas no universo das linguagens sociais.
            Nota-se que o entendimento do que seja gênero, de quais são os gêneros que circulam no espaço sócio-histórico e cultural é um dos pontos mais importantes para compreender e fazer compreender a noção de língua. Assim é porque quando se aprende uma palavra, ela não ocorre isolada, sozinha, com único sentido, única forma.
A palavra que se aprende está carregada de entonação, intenção, envolta em um conjunto de gestos e traços que se insere e situa-se num sistema de significações sociais, que se tornam plurilíngües. Mesmo existindo diversas ações coercitivas durante o curso da história do Brasil, tanto do lado de Portugal como do lado do Brasil, no Brasil observa-se uma característica pluricultural.
            Em acordo com o que as autoras apontam, argumenta-se que com a existência de uma diversidade de línguas enquanto um fenômeno presente no contexto nacional e internacional, os debates sobre os conceitos que norteiam as pesquisas linguísticas e o trabalho na sala de aula devem sempre ser realizadas com o intuito de entender e abarcar melhor as questões linguísticas que vão surgindo na medida em que o mundo vai mudando.
            Conclui-se que o maior desafio é tornar o ensino da língua um momento em que pode-se explorar as infinitas opções de linguagem, adequando essas opções às situações em que torna-se o aluno próximo da linguagem. A tarefa não é nem um pouco fácil, mas é compensadora. Mesmo tendo em vista os PCNs apontados pelas autoras ou os futuros que irão substituí-los, a tarefa do professor é enfrentar o desafio da plurilingüística e proporcionar ao aluno uma experiência de aprendizado e pertencimento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário