12 de abril de 2017

Resenha: A comunidade mateana, o evangelho de Mateus e sua validade para nós hoje.

OVERMAN, J. Andrew. Igreja e comunidade em crise – O Evangelho segundo Mateus. São Paulo: Paulinas, 1999.

            Este livro de J. Andrew Overman é um volume que faz parte da série da editora Paulinas, intitulada “O novo testamento em Contexto”. O autor tenta mostrar nesse livro que o evangelho de Mateus foi escrito com o propósito de ajudar a comunidade mateana a resolver seus problemas internos e também aqueles relativos ao mundo romano de que fazia parte.
            J. Andrew Overman afirma que Mateus queria narrar a vida, morte, ressurreição e ensinamentos de Jesus. Mateus acredita que seu entendimento da história de Jesus possa esclarecer as questões e os problemas que caracterizam a vida de muitos membros de seu grupo. Mateus narra “uma” história sobre Jesus que é influenciada e moldada pela situação da comunidade que vive.
            Nos três evangelhos sinópticos, depois da profissão de fé de Pedro (Mateus 16.13-28), Jesus anuncia a sua paixão. A morte de Jesus nas mãos dos romanos deixou uma marca indelével nos que formaram e registraram as tradições evangélicas. Como a morte dele tornou-se tão central na narração subsequente do evangelho, o sofrimento e a possível morte foram tratados como condições de discipulado. Sendo assim, ser seguidor de Jesus exige sacrifício, sofrimento e, talvez, morte.
            Segundo o autor, tudo o que Mateus ampliou, a partir de Marcos e de outras fontes, foi com o intuito de usar a história de Jesus para orientar e garantir a sobrevivência de sua comunidade, no contexto daquela época. Mesmo assim, sua mensagem é um legado para toda a igreja e continua “a guiar e inspirar comunidades e pessoas que se encontram em situações análogas” como as da comunidade “mateana”, como conclui o autor no final do livro.
            Excelente livro. Recomendo. O autor faz uma abordagem que transcende àquelas comuns aos comentários devocionais. Ele tenta fazer um levantamento do contexto histórico mediato da morte e ressurreição de Jesus Cristo e seu significado para a comunidade “mateana”, do contexto imediato dos problemas da comunidade “mateana”, a influência desse texto sobre a comunidade, e a influência (talvez) determinante dos problemas da comunidade na pena de Mateus, e tudo isso de forma alguma anularia a inspiração e influência do Espírito Santo sobre o autor e o texto. J. Andrew Overman faz essa abordagem histórica com rigor científico, mas linguagem assimilável e compreensível.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário