11 de março de 2017

Discipulado - Lição 1: Conhecendo a igreja.

           
Toda religião possui algumas especificações. Essas particularidades definem e identificam cada segmento religioso. Inúmeras vezes nós somos confrontados para falar sobre nossa religião, sobre nossa igreja e sobre nossa fé. A importância de conhecer bem a igreja se mostra pela facilidade que muitos têm em misturar as denominações e acabar colocando no mesmo pacote segmentos totalmente distinto. Você conhece a igreja que passou a frequentar? A igreja batista no contexto brasileiro é vista como um dos primeiros grupos protestantes do país. Afirma-se que o missionário Thomas Jefferson Bowen realizou os primeiros trabalhos de discipulado batista no Brasil, por volta de 1859. A igreja batista é uma igreja protestante, desse modo ela não concorda com várias práticas pentecostais ou neopentecostais como: busca de uma segunda benção; quebra de maldição hereditária; campanhas de oração com foco em benção material etc.
            A igreja batista também é conhecida pelo seu enfoque no estudo bíblico. Anteriormente, a denominação era chamada como a igreja da palavra. Até hoje lutamos para que isso perdure nas próximas gerações e incentivamos ao estudo da palavra, combatendo as heresias e distorções da sagrada escritura. No que diz respeito aos números, a igreja batista (conforme IBGE 2010), possuía 1.360.000 membros em pouco mais de 7.800 igrejas em todo o país. A igreja enfoca a separação entre igreja e o Estado. O que isso significa? Significa que a igreja entende seu papel na sociedade e no reino de Deus, mas não concorda com a mistura com o Estado. No mesmo sentido, é importante dizer que a igreja batista enfoca a liberdade de expressão. Além de ser um direito constitucional, essa liberdade no contexto da igreja significa que os pastores podem se posicionar teologicamente como entenderem, desde que não afrontem doutrinas basilares como: salvação por meio do sacrifício de Cristo entre outras.
            Por fim, a igreja batista é conhecida pela sua forma de governo. Diferentemente de outras denominações que concentram o poder no pastor, a igreja batista é governada pela congregação. O que isso significa? Os membros, reunidos em assembléia, podem decidir os rumos da comunidade local. Essa liberdade e esse poder dado aos membros acabam tornando o caminhar mais democrático. O membro se sente mais pertencente ao corpo. Entretanto, o que se deve ter em mente é que a igreja batista que você passa a frequentar é uma igreja que segue os ensinamentos de Cristo. Jesus afirmou: “nisto é glorificado meu pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus discípulos” João 15.8. Dessa forma, o chamado do Senhor é Jesus é que reproduzamos discípulos.

Leitura em casa: Mateus 28.

Atividade para trazer no próximo encontro: Responda em rápidas palavras quais são as características da sua igreja. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário