23 de fevereiro de 2017

Entendes o que vens lendo?

Job. Nascimento

É preciso entender do que se trata o texto que lê antes de comunicar ao ouvinte. Segundo os editores da versão brasileira do livro Princípios de interpretação Bíblica de Louis Berkhof (2004, p. 31): "muito da confusão atual na área da religião e na aplicação dos princípios bíblicos vem da interpretação distorcida e da má compreensão da Palavra de Deus. Isso acontece até mesmo em círculos que defendem a infalibilidade das Escrituras. Estamos convencidos de que a adoção e o uso dos princípios sadios de interpretação no estudo da Bíblia darão frutos surpreendentes. Cremos que esse é um meio que o “Espírito da verdade” se agrada em usar ao conduzir se povo “em toda a verdade” (...). A adoção inicial de procedimento válido na interpretação bíblica irá conduzir o devotado obreiro a uma se serviço útil no progresso do reino de Deus".
                             
É necessário entender a bíblia, a história dos livros, o contexto, o processo pelo qual ela passou para ter sessenta e seis livros canonizados. Para que possamos embasar nossa mensagem dentro do espaço-tempo em que ela foi escrita aplicando dentro do espaço-tempo em que estamos. A bíblia foi escrita e relata fatos da vida cotidiana do povo de Deus. Jesus por sua vez, em suas parábolas, fazia referências a coisas do dia a dia (cem ovelhas, drácma perdida, figueira estéril etc.), então ela pode ser aplicada a coisas de nosso dia a dia. Não se deve cair no equívoco de espiritualizar toda a bíblia e assim negligenciar o seu significado último.

A interpretação e entendimento correto das Escrituras nos impele à propagar as boas novas com segurança. O livro de Atos nos trás um exemplo em que isso se torna patente: "eis que um etíope, eunuco, alto oficial de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todo o seu tesouro, que viera adorar em Jerusalém, estava de volta e, assentado no seu carro, vinha lendo o profeta Isaias. Então, disse o Espírito a Filipe: Aproxima-te desse carro e acompanha-o. Correndo Filipe, ouvi-o ler o profeta Isaías e perguntou: compreende o que vens lendo? Ele respondeu: como poderei entender, se alguém não me explicar? E convidou Filipe a subir e a sentar-se junto a ele (...). Então, o eunuco disse a Filipe: peço-te que me expliques a quem se refere o profeta. Fala de si mesmo ou de algum outro? Então, Filipe explicou; e, começando por esta passagem da Escritura, anunciou-lhe Jesus" (Atos 7: 27-31, 34, 35).

REFERÊNCIAS:
BERKHOF, Louis. Princípios de interpretação bíblica. 2ª Edição. Cambuci-SP: Cultura Cristã, 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário