10 de julho de 2015

Religião de papel.

Charles Spurgeon

Todos nós sabemos como é prejudicial quando um país começa a pôr em circulação uma grande quantidade de papel moeda, sem ter o necessário respaldo. Vem uma inflação, pânico geral e a bancarrota nacional. Temo que a igreja está emitindo uma grande quantidade de notas de papel, sem ter o respectivo respaldo. E, afinal de contas, aos olhos de Deus, só o ouro é que vale, pois o papel será queimado no fogo. Devem ser de ouro lavrado; sua casa é um palácio, e deve ser adornada com “janelas de ágata e portas de granada”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário