20 de julho de 2015

Contra as murmurações.

Texto: Números 11.1-8.
FonteSPURGEON, Charles.
Introdução: observe como o dano começou nos arredores, entre a multidão mista, e como o fogo do Senhor consumiu as extremidades do arraial. O grande perigo da Igreja está em seus viveiros ou parasitas; esses infectam o verdadeiro Israel.

I. Um espírito descontente causa pesar ao Senhor: Poderíamos inferir isso de nossos próprios sentimentos, quando os dependentes, os filhos, os criados ou aqueles que recebem esmolas estão sempre resmungando. Cansamo-nos deles e nos iramos contra eles. No caso dos homens para com Deus, a murmuração é muito pior, visto como não merecem bem algum de suas mãos, mas bem ao contrário. “Por que, pois, se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus próprios pecados” (Lamentações 3.39; Salmos 103.10).

II. Um espírito descontente imagina que acharia prazer nas coisas que lhe foram negadas: Israel tinha maná; porém suspirava por peixes, pepinos, melões, cebolas, etc. É prejudicial a nós mesmos, pois nos impede de desfrutar o que já temos. Leva os homens a difamarem o alimento dos anjos, chamando-o de “este pão vil”. Levou Hamã a não pensar em sua prosperidade, porque um simples homem lhe negou reverência. (Et. 5.13). É uma calúnia para com Deus e ingrato para com ele. Leva à rebeldia, à falsidade, à inveja e a toda sorte de pecados.

III. Um espírito descontente mostra que a mente precisa ser transformada: A graça poria nossos desejos em ordem e manteria nossos pensamentos e afeições em seus devidos lugares; deste modo: contentamento com aquilo que temos (Hebreus 13.5). Em relação a outras coisas, moderados no desejo. “Não me dês nem a pobreza nem a riqueza” (Provérbios 30.8). Em relação às coisas terrenas que podem estar faltando, plenamente resignados. “Não seja como eu quero e, sim, como tu queres” (Mateus 26.39). Primeiro, e mais ansiosamente, desejar a Deus. “Minha alma tem sede de Deus” (Salmos 42.2). Em seguida, buscar ardentemente os melhores dons (I Coríntios 12.31). Seguir sempre em amor o caminho mais excelente (I Coríntios 12.31).

Ilustração: Li a respeito de César que preparou uma grande festa para seus nobres e amigos. Aconteceu que o dia designado foi de tamanha má sorte que nada se poderia fazer para a honra de sua reunião. Em consequência disso, desgostoso e enraivecido, ordenou a todos quantos tivessem arcos, que atirassem suas setas contra Júpiter, o principal deus deles, como que em desafio contra ele, por aquele tempo chuvoso; feito isso, suas setas não chegaram ao seu destino e caíram sobre suas próprias cabeças, de modo que muitos deles ficaram gravemente feridos.

Considerações finais: Assim, nossos queixumes e murmurações, que são outras tantas setas atiradas contra o próprio Deus, retornarão sobre nossas cabeças ou nossos corações; não o alcançarão, mas nos atingirão; não lhe causarão dano, mas nos ferirão; portanto é preferível ser mudo a ser murmurador; é perigoso contender com Aquele que é fogo consumidor (Hebreus 12.19) (Thomas Brooks).
          No mesmo texto (Números 17.10), os israelitas são chamados de “murmuradores” e “rebeldes”; e não PE a rebelião como o pecado de feitiçaria? (I Samuel 15.23). Você que é murmurador, para Deus é como um bruxo, um feiticeiro, como aquele que lida com o diabo. Este é um pecado de primeira grandeza. A murmuração, muitas vezes, termina em maldição; a mãe de Mica deitou maldições, quando os talentos de prata foram tirados (Juízes 17.2). Assim faz o murmurador, quando uma parte de sua propriedade lhe é tirada. Nossa murmuração é a musica do diabo; trata-se do pecado que Deus não pode suportar (T. Watson).
            Não ouso lamuriar-me assim, como não ouso amaldiçoar ou jurar (João Wesley). Uma criança estava chorando de raiva, quando ouvi sua mão dizer-lhe: “se você está chorando sem motivo, logo vai chorar com razão”. E do som de uma tapa recolhi o ensino moral de que os que choram por nada, estão fazendo uma vara para suas próprias costas e, provavelmente, serão castigados por ela.            

Nenhum comentário:

Postar um comentário