15 de maio de 2015

Comentário sobre as Bem-aventuranças.

Robert White

As bem-aventuranças não são nada mais do que outra forma de dizer que 'o reino de Deus está aqui', que as promessas de Deus estão prestes a serem cumpridas, que os beneficiários da benção messiânica do final dos tempos podem agora se regozijar, pois o tempo está cumprido. Jesus é simultaneamente o arauto e o agente da bênção messiânica. Todas as bem-aventuranças encontram sua realidade nele. Manso, puro de coração, misericordioso, pacificador, perseguido injustamente, ele encena a sua própria mensagem e, assim, torna-se a própria corporificação de toda justiça. Sua vindicação será a vindicação de todos os que nele creem. As bem-aventuranças nos remetem, não a listas abstratas de virtudes morais, mas à pessoa de Jesus Cristo, cuja imagem os cristãos são conformados mediante o seu Espírito, que neles habita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário