31 de março de 2015

O pastor e a família.

Ponha o fundamento do seu ministério na família. Dê o devido valor à família, a começar pela sua própria, que sempre será tomada como exemplo, queira você ou não. Jamais se queixe da sua esposa ou dos filhos para membros da igreja. Jamais insinue uma crítica à sua esposa em público. Não fique elogiando as outras senhoras e as moças da igreja perante a sua esposa, especialmente em relação à aparência, aos dotes culinários e nos dons que sua esposa possa não ter. Se algum dia, em alguma contingência especial, tiver que escolher entre dar tempo à sua família ou à igreja, por amor à igreja, coloque sua família em primeiro lugar.

SOBRINHO, João Falcão. Agora sou pastor: orientações e conselhos práticos para pastores. Curitiba: A.D. Santos, 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário