10 de maio de 2014

Oração. Recruta.

Charles Spurgeon

Quando Napoleão voltou de Elba, um homem que trabalhava num jardim, reconheceu o imperador e imediatamente pôs-se a segui-lo. Napoleão cumprimentou-o calorosamente, dizendo: "eis nosso primeiro recruta". Ainda quando uma só pessoa comece a orar por nós, e embora sejam débeis as suas orações, devemos recebê-la com agrado. Aquele que ora por mim, enriquece-me.

Nenhum comentário:

Postar um comentário