27 de abril de 2011

Considerações sobre o poder

Por Michel Foucault

A ação sobre o corpo, o adestramento do gesto, a regulação do comportamento, a normalização do prazer, a interpretação do discurso, com o objetivo de separar, comparar, distribuir, avaliar, hierarquizar; tudo isso faz com que apareça pela primeira vez na história esta figura singular, individualizada - o homem - como produção do poder. Mas também, e ao mesmo tempo, como objeto de saber. Das técnicas disciplinares, que são técnicas de individualização, nasce um tipo específico de saber: as ciências humanas.

Fonte:
FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. pág. 16. Rio de Janeiro: Graal, 1999.

Nenhum comentário:

Postar um comentário